O segredo das GRANDES porradas da bolsa

Prepare-se. Confiança, paciência e trabalho ganham muito dinheiro na bolsa.

Ibov e Petro e Vale

É ótimo comprar Petro e Vale.

É ótimo comprar índice Bovespa.

Agora que o CDI (6,5 por cento) é menor que a rentabilidade (ROE ~9,5 por cento) do IBOV, ganhamos mais que a renda fixa só com o índice.

Viramos um país normal. A bolsa deverá ganhar (com sobras) do CDI.

As empresas são mais rentáveis que os juros.

Adeus rentismo. Bem-vindo crescimento.


O segredo de quem fica riquíssimo na bolsa

Você já pode imaginar que não é comprar IBOV e Petro e Vale.

Você já pode imaginar que não é comprar as ações mais caras e mais queridas.

Você já pode imaginar que não é seguir as carteiras recomendadas das corretoras e bancos.

Você já pode imaginar que não é ter stop-loss, fazer daytrade ou comprar bitcoins.

Mas ele é capaz de pegar as altas de +10.000 por cento da bolsa.

E é muito mais fácil que você imagina.


Por que eu não investi nas +10.000 por cento?

Conservadorismo. Inexperiência. Ignorância. Burrice.

Felizmente, continuamos aprendendo diariamente.

Magazine Luiza (MGLU3) passou na minha frente várias vezes.

Beirou a maldade. Crueldade imensa.

Mas pegamos algumas das porradas no meio do caminho.

Talvez ainda dê tempo de pegar algum +1.000 por cento ou +500 por cento.


2 formas para as grandes porradas

Os +10.000 por cento.

  1. Compre nas piores crises. Quando tudo cai. Quando o mundo acabou.

Esta é a forma mais fácil. Encontramos diversas ótimas oportunidades.

  1. Compre o que ninguém está vendo. O que é mais difícil. O que mudou completamente.

Esta é a forma mais difícil. Demanda, muitas vezes, entender profundamente os negócios.

Inclusive a chamamos de forma difícil no curso de Value Investing.

É preciso trabalhar intensamente. Entender os riscos. Precificar o que pode dar errado. E ter um pouco de sorte.

São necessárias 3 simples coisinhas.


Confiança.

Para quem quer ganhar +10.000 por cento, 10, 20, 30 por cento pouco importam.

De que adianta estar certo e não colocar dinheiro em suas ideias? Em seus achados?

De que adianta estar certo e colocar pouco dinheiro em suas ideias?

Se eu te falar que uma ação específica pode se multiplicar por 10.000 por cento, você acreditaria em mim?

Resolveria sua vida financeira?

O que é necessário para que você acredite em mim?

O que é necessário para que você acredite em si mesmo?

E o investidor precisa confiar no que faz.


Paciência.

Os grandes ganhadores da bolsa não ficam nervosos com os pequenos movimentos das ações.

Afinal, o mundo real é muito mais vagaroso que o pisca-pisca do HomeBroker.

O mercado demora a perceber mudança significativa nos resultados das empresas.

O mercado reluta em entender as revoluções que acontecem nos negócios.

O mercado briga contra o que não entende.

O mercado demora a reprecificar o que não está olhando.

E o investidor precisa confiar no que faz. O investidor precisa saber esperar.


Trabalho.

Os grandes investidores não ficam parados esperando que as ideias lhe atinjam.

Os grandes investidores não ficam confortáveis em seus escritórios.

Embebidos pelo frescor do ar-condicionado.

Olhando o mercado do topo de suas coberturas.

Atentos a seus Iphones XXX.

Os grandes ganhadores vão à rua. Visitam as empresas.

Visitam outros investidores. Discutem ideias. Concordam, discordam.

Aprendem.

O investidor precisa confiar no que faz. O investidor precisa saber esperar. O investidor precisa procurar incansavelmente.


Se prepare para quando o momento chegar

É preciso confiança para esperar crédulo que o mercado verá o que você vê.

É preciso paciência para ter confiança.

É preciso trabalho para ter paciência.

É preciso confiança em seu trabalho.

Os +10.000 por cento só acontecem para os crédulos.

Só acontece para os pacientes.

Só acontece para os Investidores de Valor.



Em observância à ICVM 598, declaro que as recomendações constantes no presente relatório de análise refletem única e exclusivamente minhas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente e autônoma

Assuntos relacionados
Compartilhar este artigo
por Bruce Barbosa

Possui 16 anos de experiência no mercado financeiro. Antes de fundar a Nord Research passou pelo BNP Paribas, HSBC e Empiricus Research. Formado em Engenharia de Produção pela USP e possui um MBA pela New York University.

Receba nosso conteúdo GRATUITO!