Como errei tudo em 2018…

Errei grosseiramente todas e quaisquer tentativas de chute que fiz para o ano.


Errando completamente as previsões

Não faço previsões.

Mas confesso que tenho minhas expectativas, esperanças.

E 2018 foi o ano em que nenhuma delas se tornou realidade.

Errei grosseiramente todas e quaisquer tentativas de chute que fiz para o ano.

E, mesmo assim, ganhamos dinheiro…

Chuchu levaria a faixa

Até o meio do ano, acreditava piamente o candidato vitorioso seria Alckmin.

Partido grande, apoio do centrão, experiência, …, motivos não faltaram.

Comentei diversas vezes no Investidor de Valor que Bolsonaro seria ruim para o Brasil.

O Mito não tinha histórico de votações a favor do desenvolvimento do país.

O Bozo não tinha apoio no congresso.

O capitão seria um fenômeno passageiro.

Bolsonaro presidentO

E aqui estamos.

Falta só um dia para elegermos o capitão do exército.

Eleito e puxando votos para uma renovação de 80 por cento do congresso.

Eleito e buscando um time econômico dos sonhos para compor seu governo.

Eleito e discutindo reforma da previdência ainda em 2018 (!).

Dólar a 4,20 reais

Achava muito mais provável dólar a 2,80 que a 4,20.

Nem em 1 milhão de anos que o dólar iria acima de 4 reais.

Quanto mais via ele subir, mais desacreditava na força do movimento.

Quem viu o Analistas sem Censura da época acompanhou minha briga com o Luiz.

Mas o fluxo é soberano.

A demanda desesperada por proteção era muito maior que eu poderia imaginar.

PIBinho

2018 seria o ano da retomada.

2018 seria o ano em que a economia nos daria enormes alegrias.

Juros baixos, capacidade ociosa, otimismo voltando, …, tudo estaria a nosso favor.

Mas a gangorra eleitoral, copa do mundo e greve dos caminhoneiros jogou água em nosso chopp.

2018 será mais um ano de crescimento medíocre, abaixo de +2 por cento.

Não passamos reforma da previdência

Tínhamos a faca e o queijo na mão para passar a previdência ainda em 2017.

Mas Temer foi pego com a boca na butija e o caldo entornou.

Alguma esperança, por mínima que fosse, ainda restava.

Mas as esperanças, como os votos a favor de Temer na camara, se foram com as manchetes.

O melhor investimento do mundo

2018 foi um ótimo exemplo de como tudo deu errado…

… e tudo deu certo.

2018 foi péssimo e vamos fechá-lo embolsando múltiplos do CDI.

A renda fixa ficou comendo poeira.

Em um ano ruim, boas empresas continuaram gerando enorme valor a seus acionistas.

Erraremos tudo em 2019

Mais um ano se aproxima.

Novamente, o caminho continuará tortuoso, teremos crises, problemas, conflitos.

E erraremos grosseiramente também em 2019.

Acertaremos apenas em um ponto: boas empresas gerarão enorme valor a seus acionistas.

Comprando estas empresas a preços baixos, nos protegemos de nós mesmos.

É nossa única defesa contra nossos erros mais primários.

É a regra de ouro do Investidor de Valor.





Em observância à ICVM 598, declaro que as recomendações constantes no presente relatório de análise refletem única e exclusivamente minhas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente e autônoma.

Assuntos relacionados
Compartilhar este artigo
por Bruce Barbosa

Possui 15 anos de experiência no mercado financeiro. Antes de fundar a Nord Research passou pelo BNP Paribas, HSBC e Empiricus Research. Formado em Engenharia de Produção pela USP e possui um MBA pela New York University.

Receba nosso conteúdo GRATUITO!