VULC: Usain Bolt ancorado

Vulcabras (VULC3) divulgou seus resultados do 4T18 um pouco melhores que os do restante de 2018, mas o mercado bateu sem dó – VULC3 -6 por cento.

Vulcabras (VULC3) divulgou seus resultados do 4T18 um pouco melhores que os do restante de 2018, mas o mercado bateu sem dó – VULC3 -6 por cento.

Números apontam melhora pouco expressiva, com margens menores - faz todo o sentido já que, no 4T18, VULC consolidou os resultados de Under Armor em seus números (adiciona receita mas tem margens menores).

Volumes vendidos +22 por cento, receita líquida +13 por cento, mas Ebitda -2 por cento e lucros +2 por cento.

Ponto negativo para maiores despesas com vendas (+13 por cento), marketing (+55 por cento) e pessoal (+63 por cento), que bateram nas margens - e talvez tenha sido o que decepcionou o mercado.

Surpresa positiva foi o bom desempenho de Azaléia (calçados femininos), com receita +19 por cento. Mas a participação da marca ainda é pequena nos resultados (80 por cento do Ebitda é Olympikus).

Nada muda. VULC a 7,5x Ebitda e 8,5x lucros é um ótimo investimento para um ano de maior crescimento econômico (que ainda não veio) e estoques reduzidos nos competidores internacionais.

Se o PIB sair do marasmo, VULC vira o Usain Bolt. Mas ainda estamos ancorados pela reforma da previdência (vai Guedes!).

Vamos olhar os números com mais calma e comentaremos mais holisticamente no adorado, aclamado, excepcional Investidor de Valor.

Em observância à ICVM 598, declaro que as recomendações constantes no presente relatório de análise refletem única e exclusivamente minhas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente e autônoma.

Assuntos relacionados
Compartilhar este artigo
por Bruce Barbosa
em 13/03/2019 para Nord Insights

Possui 15 anos de experiência no mercado financeiro. Antes de fundar a Nord Research passou pelo BNP Paribas, HSBC e Empiricus Research. Formado em Engenharia de Produção pela USP e possui um MBA pela New York University.

Receba nosso conteúdo GRATUITO!