PETR: Um momento de cautela

No pregão de segunda-feira, muitas coisas foram colocadas à prova. Uma delas foi a sustentabilidade dos investimentos no setor de óleo e gás.

No pregão de segunda-feira, muitas coisas foram colocadas à prova. Uma delas foi a sustentabilidade dos investimentos no setor de óleo e gás.

O setor sofreu bastante, e as principais Empresas participantes caíram junto com o petróleo.

A queda no preço da commodity foi causada pelo corte severo de preços do principal produtor de petróleo do mundo  Arábia Saudita , e trouxe à tona a resiliência de muitas empresas que atuam no segmento.

A Petrobras, por aqui, sentiu e muito: caiu cerca de 30 por cento.

E a pergunta que fica é: ainda vale investir em Petrobras? O quanto a Companhia pode aguentar a queda nos preços do barril?


Se tudo continuar como está, após um ano, existem chances sérias de revisões de contratos, de portfólios e prioridades na exploração e produção.

Mas sendo honesto, não dá pra saber nada e nem tentar adivinhar qual será o preço do barril daqui a um ano.


A Petrobras, em resposta à Reuters foi categórica e racional:

“A companhia avalia que ainda é prematuro fazer projeções sobre eventuais impactos estruturais no mercado de óleo e gás associados à recente e abrupta variação nos preços do petróleo, dado que ainda não está claro nem a intensidade ou mesmo a persistência do choque nos preços.”

Sigo no mesmo caminho da incerteza.

O preço das ações da Petro parece estar convidativo. As quedas de segunda-feira podem não ter significado nada para setores que não têm ligação direta com o petróleo. Mas no setor de óleo e gás precisamos ter mais cuidado.

PETR4 Negocia a 4 vezes o EBITDA e a 0,8 vezes seu valor patrimonial, abaixo da média histórica. O mercado já embutiu o prêmio pelo risco atual. Se ele está certo ou não, o tempo dirá.


Nessas horas fica sempre o alerta: estresse seus valuations; imagine os piores cenários possíveis. Não para adivinhar o futuro, mas apenas por assumir que não sabemos nada dele.

É importante entendermos o que temos a ganhar. Mas também o que ainda temos a perder. Se a assimetria risco versus retorno favorecer, essa correção de segunda-feira nos ofereceu muitas oportunidades.



Em observância ao Artigo 22 da Instrução CVM nº 598/2018, a Nord Research esclarece que oferece produtos contendo recomendações de investimento pautadas por diferentes estratégias e/ou elaborados por diferentes Analistas. Dessa forma, é possível que um mesmo valor mobiliário encontre recomendações distintas em diferentes produtos por nós oferecidos. As indicações do presente Relatório de Análise, portanto, devem ser sempre consideradas no contexto da estratégia que o norteia.


Assuntos relacionados
Compartilhar este artigo
por Matheus Amaral
em 11/03/2020 para Nord Insights

Iniciou sua carreira como auditor e consultor na Ernst & Young, onde permaneceu por cinco anos.

Receba nosso conteúdo GRATUITO!