O que eu pedi ao Papai Noel?

A simplicidade de um "pilulito" parece ser o pedido mais merecedor da atenção do bom velhinho.

2019 está chegando ao fim

2019 vem para fechar mais um ano. Para fechar mais uma década.

E, com mais um ciclo chegando ao fim, chegou uma ótima época para reflexão.

Hora de aprender com o que aconteceu e nos preparar para mais uma volta da Terra em torno do Sol.

Um ciclo chega ao fim. Um novo ciclo alvorece.


O que eu quero de Natal?

Comecei este texto pensando que nada me faltava. Mas me parece de uma arrogância imensa pensar que tenho tudo.

Uma enorme petulância estar satisfeito, em não querer mais nada.

Mas, desenvolvendo as palavras e as linhas abaixo tudo foi ficando muito mais claro...


Como foi o pessoal? E o profissional?

Muitas pessoas dividem suas vidas em pessoal e profissional. Nós poderíamos adicionar também uma linha para investimentos.

Mas deveríamos separá-los?

Pois os 3 são exatamente a mesma coisa. Para mim, são absolutamente inseparáveis.

Investimentos são minha vida e minha profissão.

Minha vida é investir em minha profissão de investimentos.

Minha profissão são meus investimentos para toda a vida.


Retrospectiva 2019

O ano de 2019 ainda não chegou ao fim, mas foi especial. Simplesmente excepcional.

O Ibovespa subiu mais de +30 por cento. Os juros caíram para os menores patamares da história.

A economia começou a acelerar no fim do ano – geração de empregos fortíssima, confiança da indústria voltando.

Construção civil bastante aquecida. Resultados das empresas apontando para cima. Rally de fim de ano vigoroso.

Cenário se desenhando perfeitamente, como não víamos há, pelo menos, uma década.


O que eu pedi ao Papai Noel?

Me sinto como meu filho que pediu um "pilulito" de presente ao Papai Noel.

Pedir "um carro novo" (sabemos que apartamento não vou comprar), "mais dinheiro", "mais retorno", "mais crescimento", "mais ..." simplesmente não parece ser um pedido merecedor da atenção do bom velhinho.

Mais saúde, sim, seria nobre. Mas me parece depender mais de minhas decisões do que das dele.

Se Noel vai baixar do Polo Norte para me trazer algo no Natal, merece o mínimo de reflexão no pedido.

Talvez a resposta esteja, justamente, na inocência de um “pilulito”.

Muito mais embrulhado em muito menos.


Querido Papai Noel,

Agradeço as benesses de 2019.

Neste Natal, gostaria de pedir algo extremamente custoso. Extremamente egoísta.

Gostaria apenas de ter a sabedoria de continuar aprendendo em 2020. E da oportunidade de colocar este aprendizado em prática.

Aprendi muito em 2019.

Aprendi mais sobre as empresas, muito mais sobre diversos negócios.

Mais sobre as diversas companhias da bolsa, mais sobre a minha própria.

Só um pouquinho por dia. Só um pouquinho de cada vez.

Um pouquinho que se acumula em um montão no ano que passou.


Obrigado por um ano maravilhoso

Um Feliz Natal com muito amor para toda sua família.

São os votos da família Nord.

Um grande abraço,


Compartilhar este artigo
por Bruce Barbosa
em 23/12/2019 para Nord Insights

Possui 17 anos de experiência no mercado financeiro. Antes de fundar a Nord Research passou pelo BNP Paribas, HSBC e Empiricus Research. Formado em Engenharia de Produção pela USP e possui um MBA pela New York University.

Receba nosso conteúdo GRATUITO!