O drama da atividade...

Não queremos deixar dinheiro na mesa.

 

A atividade segue decepcionando, exatamente como comentamos ontem: a produção industrial de janeiro caiu 0,8 por cento, enquanto o mercado esperava -0,1. Mesmo assim, queremos os dois. Não queremos deixar dinheiro na mesa.

Nesse ambiente de crescimento lento, renovam-se as críticas à manutenção dos juros a 6,5 por cento por parte do BC

Todo dia aparece mais uma no jornal e, como a Marilia bem destacou, os economistas clamam por novas quedas nos juros.

Mas, até o momento, o recado do BC é claro: uma Selic abaixo desse nível vai precisar de uma ajudinha da previdência.

Não tem jeito.

E, mesmo com ela aprovada, as oportunidades nos juros hoje são limitadas.

Já na bolsa, ilimitadas.

Mesmo assim, queremos os dois.

Não queremos deixar dinheiro na mesa.

No Nord Wealth seguimos buscando maravilhosas gestoras de ações e multimercados para nos ajudar nessa tarefa.

Em observância à ICVM 598, declaro que as recomendações constantes no presente relatório de análise refletem única e exclusivamente minhas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente e autônoma.

Compartilhar este artigo
por Luiz Felippo
em 13/03/2019 para Nord Insights

Iniciou sua carreira num projeto de renda fixa do Insper com o BTG Pactual. Posteriormente atuou na área de pesquisa econômica internacional do Itaú Asset Management e foi analista de Renda Fixa da Empiricus Research. Formou-se Economista no Insper.

Receba nosso conteúdo GRATUITO!