O CEO da semana

Parabéns Nord

“Success is the ability to move from one failure to another without loss of enthusiasm."

Winston Churchill


Cá estamos


Oito do oito de dois mil e dezoito.


Uma data cheia de oitos, que rima bonito desse jeito, parece até que foi feita para algo especial.


E não é que foi mesmo?


Há exato um ano abríamos as portas para os nossos primeiros assinantes, nossos FUNDADORES.


Lembro-me como se fosse hoje do frio na barriga naquela manhã de quarta-feira.


Engraçado que quando o frio na barriga é intenso, toda a vez a gente lembra, sente de novo. Não foi diferente quando acordei hoje às 6 da manhã para escrever esta newsletter.


Eu certamente preferiria que ela estivesse a cargo da Marilia. Numa data especial como essa, seria ótimo contar com a sensibilidade e clareza com a qual ela narra histórias e consegue, ao mesmo tempo, explicar o porquê da curva da treasury americana estar empinada.


Também poderia ser escrita pelo Ricardo, com seu texto ácido e impecável. É inegável que ele teria sacadas para colocar "no papel" que ninguém mais percebeu.


Além disso, com seu português irreparável, eu teria certeza de que nenhuma palavra, ponto ou assento ficaria fora do lugar – exceto a gramática referente ao novo acordo ortográfico, o qual Ricardo se nega a adotar.  


Por fim, também seria um pelo presente de aniversário para os leitores que a newsletter fosse do Bruce hoje. É sempre bom contar com aquela pitada de humor e sarcasmo. Um texto tão dinâmico que você nem se dá conta de quanta informação há lá.  Ninguém melhor do que ele para fazer isso.


#CompreMuitaBolsa #SuperGuedes #BuffetMeuAmorMinhaPaixão.


Mas no grupo do WhatsApp dos analistas todo mundo votou: "amanhã tem que ser o CEO".


Eu sempre me zoei com essa história de CEO. Acho meio ridículo uma empresa que começou com 4 pessoas numa saleta, e que hoje conta com 15, ter um “CEO”.


Aliás, é comum chamarmos o estagiário de CEO. Se foi deixar um envelope no correio ou tirar cópia de chave, já vira CEO automaticamente – com todo o respeito àqueles que adoram títulos nos cartões de visita.  


Originalmente, meu dia de escrever é às sextas. Mas como já são 6h25 e ninguém mais disse nada, então aí vai.



Pilares


Essa história de missão, visão e valores também é meio manjada, eu sei. Mas certa hora, quando nós quatro ainda rascunhávamos o business plan da Nord na casa da Marilia – sempre sob o olhar atento da pequenina Luiza – isso nos ajudou a definir um Norte.


Norte, Nord.

Norte, Nord.


Sacou?



Hoje todo mundo acha o nome bacana, mas foi um parto chegar nele.


Pois bem.


Os pilares que estabelecemos para a Nord foram:


  1. Gerar riqueza financeira e intelectual para os nossos assinantes.

Nós estamos aqui para oferecer as melhores ideias de investimento para que você tome as melhores decisões para o seu patrimônio, seja num bear ou bull market.


Confiança é tudo.


Vocês até podem gostar do que a gente escreve, do que a gente fala... mas, no final do dia, o mais importante é que você ganhe dinheiro.


É assim que conseguimos construir uma relação legítima, honesta e duradoura.


Nesses últimos 12 meses o mercado ajudou muito, é verdade. Mesmo quem seguiu apenas parcialmente nossas principais teses:


  • surfou bem o fechamento vertiginoso dos juros longos com a Marilia;
  • Comprou bolsa quando havia sangue nas ruas com o Bruce;
  • investiu em vários dos melhores fundos Macro e de Ações comigo e com o Luiz;
  • e pegou a Hora das Small Caps com o Ricardo.

Nossa responsabilidade só aumenta sabendo que hoje as nossas recomendações impactam mais de 3 bilhões de reais (essa é uma estimativa baseada no patrimônio médio dos nossos assinantes).


Como empresa, um novo ciclo se inicia.


Mas para cada novo assinante, esse ciclo se inicia todos os dias.


Nosso compromisso é permanente, desde os nossos fundadores até quem está lendo esta newsletter pela primeira vez.


2. Oferecer produtos baseados em estratégias consagradas e com track record.


Todas as séries da casa são lideradas por analistas com mais de 10 anos de experiência de mercado. Temos muito orgulho disso.


Se empresarialmente temos deixado dinheiro na mesa por não lançar novos produtos, estamos seguros em oferecer para os assinantes recomendações da melhor qualidade.


Eu realmente acredito que uma carteira com renda fixa, fundos (multimercado e ações) e ações diretamente (valor, dividendos e small caps) é suficiente para a maioria das pessoas alcançarem retornos expressivos a médio e longo prazos.


É exatamente o que tenho feito com o meu patrimônio nos últimos 10 anos. Boa parte dele está escancarado na minha carteira de pessoal que é divulgada para os assinantes do Nord Fundos. Pontualmente, tenho sido cobaia de recomendações de outros analistas da casa. Foi assim com VVAR3 (o inesquecível "Trade do Dedo Gordo" feito ao vivo) e, em breve, faremos outras.


Reconhecemos que Fundos Imobiliários também poderiam complementar bem uma carteira e, por isso, até o final do ano, devemos lançar o Nord FIIs.


Fica aqui o compromisso do “CEO” desta semana.  


3. Proporcionar a melhor experiência no acesso às recomendações e dar suporte completo aos nossos assinantes.


Sob a batuta do Ian, implementamos várias melhorias na área do assinante. De nada adianta oferecer boas recomendações de investimento se quem assina tem dificuldade de acessá-las, encontrá-las e implementá-las.


Além dos guias, tutoriais, monitorias e cursos, passamos a oferecer a opção de grupos de WhatsApp e Telegram para os produtos de maior valor agregado. Os assinantes têm elogiado bastante.


Também vamos ampliar nossa produção de vídeos e lives.


Aliás, a de hoje está imperdível! Bruce e Renoir Vieira farão uma batalha ao Vivo sobre: Chegou a hora de Vender Itaú? Bruce diz que não, Renoir diz que sim.


Não percam! Às 16h no nosso canal do YouTube. O link já está aqui.


4. Estar em compliance com a legislação.


Parece óbvio, mas muita gente não sabe que apenas analistas certificados podem, pela lei, dar recomendações sobre ativos mobiliários.


Somos entusiastas desse grande movimento de educação financeira no Brasil. Mas nos preocupamos com o surgimento desenfreado de “especialistas” de investimento no Instagram, no YouTube e por aí vai.


Tenha em mente que mais de 4 milhões de pessoas já caíram em algum golpe de pirâmide financeira; mais de 2 milhões de pessoas investem em criptomoedas; e apenas 1,5 milhão investe em ações.



O melhor está sempre por vir


Assim como numa renovação de votos, eu deveria terminar com uma mensagem bonita e inspiradora, correto?  


Acho que a frase que melhor combina com este primeiro ano da Nord, com empreender, com aprender e com investir é esta, adaptada de um discurso do Steve Jobs:


Mantenha-se faminto por coisas novas, mantenha-se certo de sua ignorância. Continue ávido por aprender, continue ingênuo e humilde para procurar. Tenha fome de vida, sede de descobrir. Stay hungry, stay foolish.

Caminharemos em direção ao norte, todos juntos e com os pés no chão.


Obrigado por terem nos acompanhado até aqui,


Um abraço,

Em observância à ICVM 598, declaro que as recomendações constantes no presente relatório de análise refletem única e exclusivamente minhas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente e autônoma.

Assuntos relacionados
Compartilhar este artigo
por Renato Breia
em 08/08/2019 para Nord Insights

Possui 14 anos de experiência no mercado financeiro. Antes de fundar a Nord Research passou pela Link Corretora, Galleas Asset, Rico Corretora e foi sócio da Empiricus Research. Formou-se economista pela PUC-SP, tem especialização em Gestão de Fortunas pela Columbia University e é Planejador Financeiro, CFP®.

Receba nosso conteúdo GRATUITO!