MGLU: O Oásis da bolsa

Magazine Luiza (MGLU3) subiu mais de 10.000 por cento desde sua mínima no início de 2016.

Magazine Luiza (MGLU3) subiu mais de 10.000 por cento desde sua mínima no início de 2016. O suficiente para multiplicar seu capital por 100x.

Saiu de 0,96 real para a máxima de 186.

E MGLU virou um oásis na bolsa, virou bilhete premiado, virou fantasia, magia, história da carochinha.

O problema é que o negócio não suporta um valuation de 25x Ebitda e 50x lucros.

E vemos nos resultados apresentados para o 4T18, por mais que o presidente afirme que MGLU é o Google das lojas de eletrodomésticos (?!).

Vimos o que aconteceu com BRF (BRFS3) depois que um dos grandes acionistas afirmou que “BRF é o Google da proteína”.

Receita líquida +27 por cento, Ebitda +13 por cento e lucros +15 por cento. É muito bom, principalmente quando vemos o varejo ainda parado, mas não é “25x Ebitda bom”.

Continuamos observando a bolha de fora e tranquilos, procurando o que há de melhor e mais barato disponível na bolsa.

Quem procura, acha e, quem diria, encontramos um poço de petróleo ontem no Investidor de Valor. Quanta sorte!

Em observância à ICVM 598, declaro que as recomendações constantes no presente relatório de análise refletem única e exclusivamente minhas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente e autônoma.

Assuntos relacionados
Compartilhar este artigo
por Bruce Barbosa
em 22/02/2019 para Nord Insights

Possui 17 anos de experiência no mercado financeiro. Antes de fundar a Nord Research passou pelo BNP Paribas, HSBC e Empiricus Research. Formado em Engenharia de Produção pela USP e possui um MBA pela New York University.

Receba nosso conteúdo GRATUITO!