Enquanto o Guedes falava

15 segundos do que rolou ontem.

"Muito mais dinheiro é perdido esperando por correções ou tentando antecipar movimentos do que se já perdeu nas próprias correções do mercado"


Peter Lynch


15 segundos do que rolou ontem


No mesmo horário em que o Paulo Guedes falava na CCJ, eu me reunia com o pessoal da Vinci no Plaza Iguatemi.

O papo foi longo, para a minha sorte.

É um privilégio ouvir, por mais de 2 horas, quem está fazendo gestão de recursos neste país há mais de 20 anos.

Falamos sobre as estratégias dos produtos, o crescimento da indústria de fundos e um pouco do sentimento da casa em relação ao que podemos esperar para o Brasil e para a bolsa daqui para frente.

Estando, assim, incapacitado de opinar sobre a real performance do nosso superministro, seja por motivos de agenda ou por falta de qualificação - não sou analista político -, convido aos que quiserem explicar a virada da bolsa no meio da tarde que me escrevam um e-mail: ([email protected]).



Ficarei lisonjeado em aprender o que fez o mercado piorar na margem após o show do PG.

Permito-me apenas dizer que achei curioso ler nos noticiosos que  “os investidores se surpreenderam com o bate-boca e a reação de baixo nível da oposição. A articulação pareceu difícil”.

Esperavam algo diferente, valha-me Deus?

A Previdência é matemática e, essa galera do PT só entende de subtração.

Não percam o foco do que realmente importa.

#MenosBrasíliaEMaisBalanço.

(clique na imagem dos gráficos abaixo e descubra o que realmente altera o preço das ações.)



O inimigo agora é outro


Sob a batuta de encontrar os melhores fundos no Nord Wealth, há um assunto especial que tem me tirado o sono:

A taxa de administração de fundos multimercado de baixa e média volatilidade.

Assim como a previdência, a questão aqui é matemática.

Me acompanhe no raciocínio:

+ O CDI de um ano está por volta de 6,4 por cento.

+ Um fundo que busca dar entre 120-130 por cento do CDI = retorno esperado de 7,68 a 8,32 por cento...

- cobrando uma taxa de administração de 2 por cento ao ano

- Taxa de performance de 20 por cento acima do CDI

- custos (corretagem, despesas)

“A conta não fecha” , diria o PG. Ou melhor, "TchuTchuca é a sua mãe!!"



Podia funcionar quando o CDI rodava na casa dos 12, 10 ou até a 8 por cento.

Mas agora, o gestor que se propõe a ser moderado larga com 3 meses de performance para trás.

Para ganhar dinheiro de verdade em Multimercados é preciso selecionar gestores que podem gerar retornos mais expressivos em produtos melhor dimensionados. Fundos que possam entregar retornos de CDI + 5, 6, 7 para cima.

É preferível alocar uma parcela menor da carteira em algo que possa trazer maior retorno, do que deixar o seu dinheiro em algo que não faz sentido.


Perdemos um guerreiro


Infelizmente, na semana passada, perdemos um do fundos recomendados da carteira do Nord Wealth. O Kinea Chronos FIM, atingiu o patrimônio de 9 bilhões de reais e fechou para novas aplicações.

Como aqui os técnicos não dormem no ponto, incluímos uma nova recomendação na carteira: trata-se de um fundo de uma asset do Rio, a qual tivemos a oportunidade de conhecer ainda mais de perto na nossa visita à cidade maravilhosa no mês passado.

Uma casa formada por um time com grande experiência em gestão, com histórico de mais 20 anos em fundos de ações e multimercados e digna de convites para se juntar à equipe do Banco Central.

Para os membros do Nord Wealth, o relatório já se encontra disponível na área do assinante.

Aqueles que ainda não são, convido-os a conhecer o trabalho que eu e o Luiz temos feito para entregar retornos expressivos para as carteiras.

A regra aqui na Nord, como a maioria já sabe, é bastante honesta: 30 dias para testar qualquer série da casa sem qualquer compromisso.

Spoiler: ficamos bastante contentes com a performance dos fundos no fechamento do trimestre e estamos preparando um relatório para mostrar de onde esses resultados vieram.


A Previdência que dá dinheiro


Foi durante a reunião da Vinci que eu finalmente encontrei algo que estava devendo aos nossos leitores e assinantes.

A recomendação de um fundo de Previdência estruturado de uma forma que realmente faça sentido, pensado por pessoas que procuravam um veículo para investir o próprio dinheiro e que têm uma orientação legítima com horizonte de longo prazo.

Como praxe da casa, nossa primeira recomendação de cada série é sempre aberta ao público.

Falo do VINCI EQUILÍBRIO FIC MULTIMERCADO, um fundo com DNA de Ações voltadas para dividendos, com exposição a títulos indexados à inflação de médio prazo e um colchão em CDI para amortecer os solavancos durante os períodos de mercado mais agitados.

O fundo ainda busca constantemente por proteções baratas para defender a carteira de eventos não esperados.

A meta da estratégia é entregar retornos consistentes no longo prazo que ofereçam ganho real (acima da inflação) relevante. Desde o início, o fundo acumula ótimo resultados, tendo entregue um retorno anualizado de IPCA + 7 por cento.  

A estratégia da casa em previdência soma mais de 2,2 bilhões de reais, sendo boa parte desse dinheiro proprietário, o que alinha o interesse entre o gestor e o cotista.

O fundo está disponível nas principais plataformas de distribuição: Icatu, BTG e XP.

Na semana que vem eu volto com mais detalhes do produto na série Nord Wealth.

Lembre-se: aproveite as promoções.

Um abraço e até lá,

Em observância à ICVM 598, declaro que as recomendações constantes no presente relatório de análise refletem única e exclusivamente minhas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente e autônoma.

Compartilhar este artigo
por Renato Breia
em 04/04/2019 para Nord Insights

Possui 13 anos de experiência no mercado financeiro. Antes de fundar a Nord Research passou pela Link Corretora, Galleas Asset, Rico Corretora e foi sócio da Empiricus Research. Formou-se economista pela PUC-SP, tem especialização em Gestão de Fortunas pela Columbia University e é Planejador Financeiro, CFP®.

Receba nosso conteúdo GRATUITO!