Dias de Cão e Promoção

Já há algum tempo eu venho sendo cobrado de fazer uma análise a respeito das taxas de administração dos fundos multimercado.

"Se você esperar que os problemas desapareçam antes de investir em ações, você nunca irá investir - ou ganhar - um centavo"

Ralph Wanger


"O mercado de ações é uma distração gigantesca para o negócio de investir em empresas".

Jack Bogle


Já há algum tempo eu venho sendo cobrado de fazer uma análise a respeito das taxas de administração dos fundos multimercado.

Pelo visto, muita gente incomodada em pagar “2 com 20” (2 por cento de administração e 20 por cento de performance) num cenário de taxa de juros de 6 e meio ao ano.

Mas diante da sangria de ontem, bolsa despencando mais de 3 por cento, juros longo abrindo e dólar disparando, imagino que a maioria dos que lêem esta newsletter quer saber: e agora, o que fazer?

Eu já disse aqui algumas vezes que deixei de ler os jornais há algum tempo.

Pouca informação, muito ruído.

Já disse também que sou um péssimo trader, compro ações de empresas chatas, rentáveis, resilientes e espero a grama crescer.

Como analista político, eu sou um mero investidor esforçado. Tem dado certo assim.

Quando a bolsa bateu 100 mil pontos na semana passada e a Faria Lima inteira comemorava eu senti um certo exagero de otimismo no ar.

Vasculhei por alguns minutos a compra de seguros, via compra de opções de venda (puts) ou venda de opções de compra (calls).

Mas recordei que toda vez que eu fiz isso e acertei, ganhei muito pouco dinheiro. Na maioria das vezes, perdi dinheiro. Na teoria é o bonito, na prática nem tanto.

Resolvi apenas não fazer nada.

A contribuição mais legítima e íntima que eu posso dar a você que lê esta newsletter é o que fiz nas últimas 48 horas.

Recorri às minhas frases de bolso, dos grandes investidores da história…  abri o Home Broker apenas para ver se havia alguma grande distorção nas ações que acompanho… mas logo tratei de fechá-lo. Eu simplesmente não gosto de ver o mercado sangrando.

De prático, aproveitei o momento para usar o caixa e comprar mais cotas do Fundo de Ações que eu mais gosto: Apex 30 FIC FIA.

Cotas com 10% de desconto. Só isso.

Está aqui a confirmação da movimentação para quem quiser ver.

Siga os mestres


Em vez de ficar com a cara colada no monitor a tarde toda, aproveitei para falar com cinco grandes gestores de ações. Como combinado, não revelarei aqui quem são para preservar que suas estratégias sejam implementadas sem nenhum spoiler.

Dois deles disseram que estavam ajustando algumas posições, vendendo o que já tinha subido bastante e comprando o que foi socado no stress de mercado.

Outros dois estavam usando o caixa para aumentar a posição comprada.

O último me disse que não estava fazendo absolutamente nada. Acha que o mercado pode vir um pouco mais baixo e aí vai “encher a mão para comprar lote” quando isso acontecer.

Nenhum desses cinco é o Bredda, gestor do Alaska, fundo com mais de R$ 8 bilhões de patrimônio.

Felizmente, qualquer um pode ter o privilégio de acompanhar suas sacadas em tempo real no twitter (SIGAM! https://twitter.com/hbredda).

E este post explica bem o que ele acha dessa queda toda.

De 2016 para cá a bolsa subiu mais de 100%.

Nesse mesmo período, tivemos 8 quedas iguais ou piores do que essa.

Alguém esperava algo diferente do que está acontecendo nesta semana?

Se não, então você está conosco.

Bolsa é igual a um maníaco depressivo.

Ora está tudo bem, ora está tudo mal.

É preciso saber fazer a leitura correta.

Como Luiz recordou no início da semana, “antes das eleições, o medo era de que Bolsonaro demitiria Guedes logo no primeiro atrito na condução das reformas."

Depois, com a saída de Bebianno, novamente outro estresse.

Mais recentemente, perdemos o sono com a prisão de Temer (que já está em casa, aliás) e as brigas entre Maia e o Presidente.

Moral da história: sempre vai ter algum problema. A cada dia, uma coisa diferente; um novo factoide que ganhará proporção descomunal.

Ou como o Bruce disse há poucos dias:

“O mercado é um mar turbulento.

As ações balançam loucamente. Alta, baixa. Baixa, alta.

Não espere estabilidade de quem não pode proporcioná-la.

A única estabilidade que teremos são os resultados das empresas.

O mar continua agitado mas, o vento, agora, é a favor.

Quem entende o que compra, compra mais quando cai.

Quem compra quando cai é quem ganha mais quando sobe.”

Os grandes investidores odeiam um mercado de alta exagerada, porque nele não há nada de bom para comprar.

Invista como eles. Se apegue ao fundamento.

No longo prazo, a bolsa reflete o crescimento do lucro das empresas.

Quando você passar a comemorar mais as quedas do que as altas, é possível que tenha se tornado um investidor de verdade.

Recado Importante:

Para aproveitar o momento de promoções, selecionamos três ações de grandes empresas que caíram bastante e abriram grande oportunidade de compra.

Para quem já é assinante da série O Investidor de Valor, basta acessar a sua área logada.

Se você ainda não é, essa é uma ótima oportunidade de entrar na bolsa a preços descontados.

Além do APEX, recomendamos mais 2 fundos de Ações, com aplicação até R$ 15 mil para ganhar na recuperação da bolsa.

Aproveite as promoções.

Em observância à ICVM 598, declaro que as recomendações constantes no presente relatório de análise refletem única e exclusivamente minhas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente e autônoma.

Compartilhar este artigo
por Renato Breia
em 28/03/2019 para Nord Insights

Possui 13 anos de experiência no mercado financeiro. Antes de fundar a Nord Research passou pela Link Corretora, Galleas Asset, Rico Corretora e foi sócio da Empiricus Research. Formou-se economista pela PUC-SP, tem especialização em Gestão de Fortunas pela Columbia University e é Planejador Financeiro, CFP®.

Receba nosso conteúdo GRATUITO!