BRDT: Proventos à vista

A BR Distribuidora (BRDT3) atualizou alguns dados operacionais referentes ao mês de junho. A Companhia também deu um direcionamento em relação ao pagamento dos dividendos complementares já declarados, mas que foram mantidos como reserva para possível pagamento em dezembro deste ano.


A Empresa apresentou melhoria nos volumes de vendas do diesel, gasolina e etanol no mês de junho, que foram 7 por cento maiores do que no mês de de maio.


O destaque de desempenho foi o diesel  — combustível que menos sofreu com a queda da demanda, favorecido pelo consumo nos postos de estrada —, que alcançou uma média diária de vendas 5 por cento maior do que no período imediatamente anterior à crise (janeiro/2020 a março/2020). Combustíveis do ciclo Otto (gasolina e etanol) seguem com desempenho mais fraco, com uma demanda 12 por cento inferior ao período pré-crise.


O segmento de venda de querosene de aviação ainda apresenta um desempenho ruim, com uma demanda 79 por cento menor do que o período pré-crise. Para piorar um pouco mais a situação, no mês de julho, a venda de um lote de gasolina de aviação, fornecido pela Petrobras (PETR4), precisou ser interrompido pela companhia de maneira preventiva, após alguns testes que constataram uma variação da composição química que pode ser corrosiva em tanques de combustíveis de aeronaves de pequeno porte.


Com a recuperação gradual da demanda e da curva de contágio de casos da COVID-19, a Companhia deve retornar aos seus níveis normais de geração de caixa e liquidez. Por sua vez, a distribuição de dividendos, que está interrompida como medida de preservação de caixa, também pode voltar ao normal.


O valor dos dividendos complementares de 534 milhões de reais (0,394 por ação), que foi colocado em reserva, entrará em avaliação pelos acionistas em assembleia no dia 28 de julho.


O management propõe que os proventos sejam pagos assim que a situação do caixa e da alavancagem retornarem ao normal, mediante o monitoramento ao longo do segundo semestre para efetivo pagamento dos dividendos até dezembro de 2020.


Segundo dados da ANP, as vendas de combustíveis até maio estão apresentando uma melhoria gradativa se comparadas a abril — mês de maior rigidez nas quarentenas.


Fonte: ANP.


Ao que tudo indica, o segundo semestre deverá ser melhor para o setor de distribuição à medida que vamos voltando às atividades. Ou seja, são boas as chances de que BRDT retome seus proventos em dezembro.


Acompanhamos o caso de perto na série Nord Dividendos.


Compartilhar este artigo
por Matheus Amaral
em 17/07/2020 para Nord Insights

Especialista em finanças e mercado de capitais pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), atuou como auditor de fundos de investimento e consultor em instrumentos financeiros na Ernst & Young por 5 anos. Após, integrou a equipe de equity research da Toro Investimentos. Ingressou na Nord Research em outubro de 2019, como parte do time do Nord Deep Value.

Receba nosso conteúdo GRATUITO!