BBAS3 na fila da privatização

Preço baixo, novamente, torna-se sinônimo de ótima oportunidade – que venham os chineses.

O jornal O Globo comenta que a equipe de Paulo Guedes (só volta a ser #SuperGuedes se parar com as gafes) está procurando convencer nosso presidente de incluir o Banco do Brasil (BBAS3) na lista de privatizações.

O time econômico já atua para tomar a temperatura do Congresso e analisar a viabilidade da venda do banco público.

Claro, uma privatização deste porte não seria nem um pouco simples, e não sairia da noite para o dia. Se sair, poderá acontecer até o fim do mandato, em 2022.

Mas o assunto tem tudo a ver com o momento atual.

O Banco já está preparadíssimo para se tornar privado. Os últimos anos foram de faxina rigorosa no banco público. Fica claro olhando a recuperação dos lucros desde 2017:

Lucro (acum 12m). Fonte: Bloomberg.

Além disso, a venda de um “bancão” combina perfeitamente com o plano do Banco Central de elevar a competição do setor financeiro – BB poderia ser vendido a um grupo gringo?

Minha aposta é que os jornais noticiarão grande interesse dos chineses no banco estatal (são sempre os chineses, não é mesmo?).

Comentamos, na semana passada, como o presidente do BB anunciando crescimento de apenas +10 por cento nos lucros de 2020 foi um balde de água fria para o Investidor de Valor.

E, novamente, somos surpreendidos pelo mercado. Com a possível privatização, BBAS fica barata demais, negociando a parcos 8x lucros.

Preço/Lucro. Fonte: Bloomberg.

Certamente, BBAS não seria privatizado ao, reduzido, preço atual.

Que venham os chineses.



Em observância ao Artigo 22 da Instrução CVM nº 598/2018, a Nord Research esclarece que oferece produtos contendo recomendações de investimento pautadas por diferentes estratégias e/ou elaborados por diferentes Analistas. Dessa forma, é possível que um mesmo valor mobiliário encontre recomendações distintas em diferentes produtos por nós oferecidos. As indicações do presente Relatório de Análise, portanto, devem ser sempre consideradas no contexto da estratégia que o norteia.


Assuntos relacionados
Compartilhar este artigo
por Bruce Barbosa
em 03/12/2019 para Nord Insights

Possui 16 anos de experiência no mercado financeiro. Antes de fundar a Nord Research passou pelo BNP Paribas, HSBC e Empiricus Research. Formado em Engenharia de Produção pela USP e possui um MBA pela New York University.

Receba nosso conteúdo GRATUITO!