A solução para o problema

Mercados seguem em alta à medida que o início da vacinação contra a Covid-19 se aproxima.

Parece que enfim temos algumas alternativas na mesa quanto às vacinas que serão utilizadas para imunizar bilhões de pessoas contra a Covid-19.

Nos Estados Unidos as coisas parecem andar um pouco mais rápido, e já nas próximas semanas os trabalhadores na área da saúde e as casas de suporte a idosos devem receber o tratamento.

A logística será um pouco complicada, mas no fim tudo dará certo. Temos certeza de que os percalços serão superados com louvor. Por sinal, temos uma ação na carteira do Nord Global que participará diretamente do processo de distribuição e aplicação da vacina ao longo dos próximos meses. Nessa semana, esta nossa queridinha teve um belo movimento de alta.


O prédio mais alto do mundo fica em Dubai e conta com 163 andares – aposto que a vista deve ser deslumbrante – e a visita ao topo do edifício custa apenas 32,40 dólares.

O mercado de ações nos Estados Unidos parece ter pegado carona no elevador que leva os turistas ao último andar do edifício Burj Khalifa, visto que temos batido recordes seguidos de alta praticamente todos os dias.

Com o ano praticamente fechado, os agentes de Wall Street esperam uma queda agregada no lucro  das empresas que compõem o índice S&P 500, da ordem de -14,6 por cento.

Diante de tudo o que aconteceu este ano, atrevo-me a dizer que, ao final do dia, o estrago não foi lá muito grande.

Veja no gráfico abaixo que, lá na crise de 2008, os lucros recuaram 17,3 por cento quando a bolha estourou, -15,8 por cento no ano seguinte e a recuperação veio mesmo em 2010, quando o lucro das Empresas teve alta de 40 por cento.


Gráfico mostra o lucro das empresas que compõem o índice S&P 500.

Fonte: Wall Street Journal


Mas como o mercado vive de futuro e o passado pouco importa, devemos olhar as projeções feitas para o próximo ano. O cenário traçado pelos magos de Wall Street sinaliza uma alta de 21,8 por cento no lucro das empresas que compõem o S&P 500 em 2021, como mostra o gráfico acima.

Em se concretizando a profecia, o índice deve apresentar um lucro anual da ordem de 167 dólares.

Gráfico mostra lucro anual da ordem de 167 dólares em 2022.



Hoje, o índice S&P500 está por volta de 3.650 pontos e acumula alta de 13 por cento no ano.

O Preço/Lucro 2021 do índice é de 21,85 (Valor do S&P 500/Lucro Esperado; 3650/167 = 21,85).

Esse número diz basicamente que, se os lucros anuais permanecerem em 167 dólares para o agregado das Companhias, ao “pagar” 3.650 pontos pelo índice, um investidor levaria nada menos do que 22 anos para ter de volta o capital aplicado.

Gráfico mostra a expectativa de Preço/Lucro do índice S&P 500 até 2022.


Fonte: Yardeni Research, Inc



Fato é que, quanto mais os índices e as ações sobem, mais difícil é a vida do analista para encontrar oportunidades seguras de investimento, mesmo quando o foco é no longo prazo.

Precisamos de uma margem de segurança mínima em nossas recomendações, que vai se esvaindo a cada andar que o mercado acionário sobre.

Apesar disso, existem algumas estratégias que podem ser usadas em períodos como o atual, por exemplo, o aumento da posição em caixa para aquisições em momentos mais oportunos, como quando de uma realização de lucros. Essa poderia ser a solução para o problema atual.

Seguimos atentos.

Até a próxima semana!


Compartilhar este artigo
por Cesar Crivelli
em 05/12/2020 para Nord Insights

Bacharel em Administração de Empresas pela PUC-SP, possui MBA pela FGV e MSF pela Hult International Business School. Integrou a equipe de Equity Research do Citibank e tesouraria da General Motors (GM) no Brasil. Posteriormente, atuou nas frentes de M&A e novos negócios da Xeros Cleaning Technologies (XTG), nos Estados Unidos. Ingressou na Nord Research em outubro de 2019, como parte do time do Nord Small Caps, e hoje é responsável pelo Nord Global.

Receba nosso conteúdo GRATUITO!